Projeto  CSA do Instituto BRB dá bons frutos

Desde 2018, o Instituto BRB fechou parceria com pequenos produtores de alimentos orgânicos, em um modelo de trabalho denominado CSA (Comunidade que Sustenta a Agricultura, da expressão em inglês Community Supported Agriculture).

A proposta consiste em um grupo fixo de consumidores se comprometer, durante um período determinado, a contribuir mensalmente com o orçamento anual de uma produção agrícola e chamado de co-agricultores. Em contrapartida, o consumidor receberá semanalmente seus alimentos produzidos nesse local, em manejo biodinâmico, livre de agrotóxicos. Dessa forma, o agricultor deixa de vender seus produtos a intermediários e conta com a participação das pessoas (que se tornam coagricultores/coprodutores) para o financiamento e escoamento da sua produção.

O projeto coordenado no BRB, conta com o apoio de trabalhadores rurais da agricultura familiar, localizados na bacia hidrográfica do Pipiripau, em Planaltina-DF. Esses agricultores integram a Associação dos Produtores Agroecológicos do Alto São Bartolomeu (Aprospera). A agricultura familiar é toda forma de cultivo de terra que é administrada por uma família e emprega como mão de obra os membros da mesma. A produção de alimentos acontece em pequenas propriedades de terra e se destina a subsistência do produtor rural e sua família.

Atualmente, o BRB possui três CSAs, contemplando 6 agricultores, sendo dois pontos de encontro na Sede do CNC e um no Edifício Athenas, no qual toda a semana, às terças-feiras, das 11h as 13h são entregues as cestas verdes.

O projeto já tem três anos e segue dando bons frutos. A Diretora de Meio Ambiente, Franciana Matos Coelho, observa: “A vantagem de se ter uma CSA no BRB é que o corpo funcional pode colaborar para o desenvolvimento sustentável da região, contribuindo para a economia local a partir do incentivo à produção de alimentos saudáveis, e estimulando um comércio justo, solidário e sustentável.” Venha conhecer o projeto e receber seus alimentos saudáveis e sem agrotóxicos.

Informações: e-mail para o //CSA

Fonte: Instituto BRB