Desde o primeiro dia de trabalho à frente do Instituto BRB, percebi que a vida me apresentava uma oportunidade de ampliar a minha visão e o meu conhecimento. Palavras como responsabilidade social, sustentabilidade, impacto socioambiental, desenvolvimento regional e vulnerabilidade social, faziam parte do meu universo de leituras e de conhecimento especulativo, mas agora eu poderia conhecer profundamente o significado dessas expressões e do seu impacto na vida das pessoas.  E dessa semente plantada em 2017, tive a oportunidade de preparar toda a estrutura do planejamento estratégico, estabelecido em processos, governança e transparência e, eventualmente, deixar minha marca como um colaborador que veria crescer essa instituição, tendo a certeza de fazer a diferença na vida de outras pessoas.
Alguns anos se passaram e os frutos começaram a aparecer e, de colheita em colheita, conseguimos promover muitas ações de apoio para Organizações Sociais. Além de conseguirmos nos estabelecer junto a uma rede de parceiros, que mesmo com vasta experiência na atuação do Terceiro Setor, abriram as portas do seu conhecimento e da possibilidade de atuação em  conjunto.
A equipe cresceu junto e a cada capacitação concluída, estávamos mais próximos de ser ainda melhores. A cada passo desse caminho, em cada canto que a ajuda chegou houve também em mim uma comemoração interior, porque é bom ajudar. Não trouxe ambições pessoais, mas levo em cada decisão tomada a certeza de ter feito o melhor possível.
Sou grato a cada um desses 3 anos que estive à frente do Instituto BRB e, próximo da aposentadoria, agradeço a oportunidade por ter sido escolhido para essa tarefa e me sinto honrado por ter servido dignamente ao Banco de Brasília por 35 anos.
Despeço-me com alegria no coração e isso é gratificante!
Muito obrigado!
Romes Gonçalves Ribeiro
Presidente do Instituto