A Secretaria de Estado do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal, por meio da Subsecretaria de Políticas para Mulheres, e parceiros, realizou no dia 28 de março de 2018, o I Seminário da Rede de Enfrentamento à Violências contra as Mulheres. O Instituto BRB marcou presença neste evento.

O seminário ocorreu no Instituto de Ensino Superior de Brasília (IESB), campus Ceilândia Norte, com o objetivo de promover um espaço de debate acerca da rede de enfrentamento às violências contra as mulheres, focado especialmente no impacto deste trabalho na assistência às mulheres vítimas de violência, e as estratégias para o fortalecimento da atuação em rede, com a participação de seus integrantes, lideranças femininas, sociedade civil, instituições e serviços governamentais e não-governamentais.

Dados gerais mostram que, em 2017 os crimes de feminicídio representaram 3,8% do total de homicídios no DF. Deste percentual, 78% das mulheres foram vítimas das agressões em suas próprias residências. Portanto, apesar dos esforços empenhados pelos atores da Rede, governo e sociedade, ainda existe muito a ser feito no combate às violências contra as mulheres.

Atualmente a rede do DF é composta por serviços ofertados por diferentes secretarias, órgãos e instituições, voltados à prevenção, acolhimento e atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, com foco no empoderamento, resgate da autoestima e promoção de autonomia econômica. Pelo lado dos agressores, é feito um trabalho de conscientização e responsabilização pelos atos, e busca de formas não violentas para a resolução de conflitos.

Exemplos da atuação da Rede são os Centros Especializados de Atendimento à Mulher, os Núcleos de Atendimento à Família e ao Autor de Violência Doméstica, a Casa da Mulher Brasileira, a Casa Abrigo, a Unidade Móvel, os Centro de Referência de Assistência Social, os Centros de Referência Especializado de Assistência Social, a Unidade de Acolhimento para Mulheres e o Conselho dos Direitos da Mulher da SEDESTMIDH; cabe destacar também o Pró-Vítima da SEJUS; o Programa de Pesquisa, Assistência e Vigilância à Violência da SES-DF; a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher da PCDF; o Policiamento de Prevenção Orientado à Violência Doméstica da PMDF; O Núcleo de Defesa da Mulher da DPDF; o Centro Judiciário da Mulher do TJDFT; o Núcleo de Gênero Pró-Mulher do MPDFT; a Ouvidoria do GDF e os canais de denúncia e informações, todos voltados para o tema.

“O Instituto BRB, ao participar desse Seminário, reafirma seu compromisso com as mulheres do DF, alertando para a importância da prevenção e do enfrentamento à violência doméstica e familiar, e na garantia e na defesa dos direitos de todas as mulheres, pois só por meio da implementação de políticas públicas efetivas e da conscientização da sociedade sobre a temática, que haverá um futuro melhor para as mulheres”, afirmou Leidiana Brun, Analista Pleno, que representou o Instituto BRB no seminário.